Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/2346
Title: Gestão em saúde: dificuldades e limitações
Authors: Fernandes, Níobe Guimarães
Lima, Raimunda Sheyla de
Paiva, Danicleide Maia
Saraiva, Halison Cavalcante
Keywords: Gestor
Gestão em Saúde
Sistema Único de Saúde – SUS
Issue Date: 19-Jul-2014
Citation: PAIVA, D. M. et. al. (2014)
Abstract: Este estudo visa abordar a temática Gestão em Saúde, tendo em vista a importância da atuação dos secretários de saúde no âmbito municipal e sua expressiva contribuição para a implementação das políticas de saúde. Tem como objetivos avaliar as dificuldades e limitações existentes na gestão em saúde, assim como conhecer as prioridades e metas a serem atingidas no processo de gestão pública municipal em saúde dos atuais secretários de saúde pertencentes a 9º Coordenadoria Regional de Saúde, a qual se compõe pelos municípios de Russas, Morada Nova, Palhano, Jaguaruana e Jaguaretama. A coleta de dados ocorreu nos meses de abril e maio de 2014. Aplicou-se um instrumento em formato de questionário fechado aos Secretários Municipais de Saúde. Tal instrumento foi aplicado pelos próprios pesquisadores. Organizou-se e analisou-se os dados coletados seguindo os passos recomendados pela análise de conteúdo de Bardin. O mesmo foi apreciado e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNILAB. Os resultados revelaram como perfil dos dirigentes consultados: predominância do sexo feminino; faixa etária predominante: 40-48 anos; e estado civil predominante: casados. Em sua totalidade, apresentaram nível superior; em sua maioria provinda da área da saúde e já ocuparam cargo de gestão pública anteriormente ao atual. Sendo distribuídos e organizados os dados em 3 categorias temáticas (construídas após análise categorial dos achados): Prioridades da gestão pública em saúde; Metas da gestão pública em saúde; Dificuldades e limitações na execução da gestão pública em saúde. Concluiu-se, portanto, que os gestores municipais de saúde compreendem o desafio ao qual são chamados: de atuarem como condutores proativos, autônomos e crítico-reflexivos dos sistemas institucionalizados de ação pública em saúde. Porém, torna-se claro que para a efetiva e integral implantação do SUS são imprescindíveis mudanças de caráter político e social nos padrões de gestão e de interação profissional/implementação de ações.
Description: FERNANDES, Níobe Guimarães. Gestão em saúde: dificuldades e limitações. 2014. 20f. Artigo (Graduação) - Curso de Especialização em Gestão em Saúde, Instituto de Ciências da Saúde - ICS, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Redenção, 2014.
URI: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/2346
Appears in Collections:Artigo - Especialização em Gestão em Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC -Raimunda Sheyla de Lima.pdf2014_art_rsdelima.pdf365,92 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.