Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/576
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOliveira, Isabelly Gomes de-
dc.contributor.authorSantos, Lydia Vieira Freitas dos-
dc.date.accessioned2017-03-21T14:11:21Z-
dc.date.available2017-03-21T14:11:21Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, I. G. de; SANTOS, L. V. F. dos (2016)pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/576-
dc.descriptionOLIVEIRA, Isabelly Gomes de. Verificação de fatores de risco a Saúde entre Mulheres usuárias de métodos contraceptivos hormonais em Redenção-CE. 2016. 15 f. TCC (Graduação) - Curso de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, Acarape, 2016pt_BR
dc.description.abstractOs métodos anticoncepcionais hormonais são utilizados para se adiar ou evitar uma gestação. Entretanto, os mesmos podem potencializar riscos à saúde, principalmente quando associados a patologias pré-existentes. Esse estudo teve por objetivo verificar se usuárias de anticoncepcionais hormonais apresentam algum fator de risco que possa tornar o uso desses medicamentos prejudicial à sua saúde. Trata-se de um estudo descritivo de abordagem quantitativa realizado com 100 usuárias de métodos anticoncepcionais hormonais em Redenção, Ceará. As mulheres foram convidadas a responder um formulário estruturado composto de variáveis sociodemográficas e relacionadas ao planejamento reprodutivo, bem como a presença de fatores de risco para o uso de contraceptivos hormonais. As mesmas foram asseguradas acerca dos princípios éticos da pesquisa. Os dados foram tabelados e analisados por estatística descritiva. Os dados revelam uma média de idade de 26,91. 75% das mulheres haviam passado por consulta de planejamento reprodutivo. O fator de risco mais prevalente nas usuárias foi a enxaqueca (59%), mas também houve casos de Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes Mellitus, acidente vascular encefálico e doenças cardiovasculares, embora em menor quantidade. Todas as participantes relataram possuir histórico familiar dessas patologias, sendo a mais citada a hipertensão (75%). Conclui-se que essas doenças não são mais exclusivas de pessoas com idade avançada, revelando uma projeção para o futuro das pacientes, que necessitam de maior assistência por parte dos profissionais que realizam o planejamento reprodutivo, com maior qualidade da anamnese, buscando identificar tais fatores de risco e também do exame físico geral, responsável por revelar achados significantes para a elegibilidade de um método contraceptivo, visando sua qualidade de vida e a redução de riscos à sua saúde.pt_BR
dc.languagePortuguês (Brasil)pt_BR
dc.subjectAnticoncepçãopt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.subjectFatores de riscopt_BR
dc.subjectSaúde da mulherpt_BR
dc.subjectRedenção - CEpt_BR
dc.titleVerificação de fatores de risco à saúde entre mulheres usuárias de métodos contraceptivos hormonais em Redenção-CEpt_BR
dc.typeArticlept_BR
Appears in Collections:Artigo - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Isabelly Gomes de Oliveira.pdf386,53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.