Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1603
Title: A mediação étnica e a prática religiosa na Guiné-Bissau
Other Titles: a religião tradicional africana e o catolicismo praticada pela etnia Mandjaco no setor de Calequisse a partir da década de 80
Authors: Mendes, Arete
Keywords: Guiné-Bissau
Calequisse
Mandjaco
Issue Date: 2017
Citation: MENDES, A. (2017)
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo compreender a forma como os mandjacos de Calequisse administram as duas práticas religiosas Relgião Tradicional Africana (RTA) e Religião Católica (RC) socialmente e culturalmente, sendo que estes assumem ser católicos sem deixar a prática da religião tradicional africana. Para atingir o objetivo desta pesquisa, apoiamos nos vários teóricos que abordaram história da Guine- Bissau e da etnia, conceito da religião e a religião tradicional africana no contexto dos mandjacos de Calequisse. Além da parte teórica, também foram realizadas as entrevistas com os mandjacos de Calequisse e um padre Francês que acompanhou de perto estes praticantes. Nessa, entrevistamos quatro mulheres e oito homens. Durante a pesquisa, verificou-se que os mandjacos são um grupo étnico muito apegado à tradição, inclusive os que vivem na zona rural, pois é notável que a religião tradicional engloba todas suas fases de vida, desde o nascimento até a morte. Ao analisar suas aderências religião descobrimos que adesão destes não é apenas assunto individual, mas também das influencias principalmente dos familiares, acessibilidade de uma ou outra religião nos espaços onde vivem. A partir dos dados coletados, descobrimos que o motivo que leva estes a não deixar praticas tradicionais após o batismo tem a ver com a questão da preservação ou manutenção das identidades culturais, questão de efetivação dos usos tradicionais que as pessoas têm por efetuá-las, a questão de diálogo entre religiões (RTA e RC) permitido no setor. Mas também foi evidenciado que a religião católica é tida como uma alternativa para estes, pois se apresentam, como católicos, mas se comportam, interiormente, a favor de suas tradições ou de seus ancestrais. Os fatos apontados nos permitem compreender que o dualismo ajuda a pessoa a compreender melhor as realidades religiosas, a saber lidar com outras religiões.
Description: MENDES, Arete. A mediação étnica e a prática religiosa na Guiné-Bissau: a religião tradicional africana e o catolicismo praticada pela etnia Mandjaco no setor de Calequisse a partir da década de 80. 2017. 58 f. Monografia(Graduação) - Curso de Bacharelado em Humanidades, Instituto de Humanidaes e Letras-ihl, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, Redenção, 2017.
URI: https://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1603
Appears in Collections:Monografia - Bacharelado em Humanidades (Redenção-CE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARETE MENDES TCC.pdf2017_mono_amendes.pdf1,04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.