Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1865
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantos, Géssica dos-
dc.date.accessioned2020-07-16T20:47:08Z-
dc.date.available2020-07-16T20:47:08Z-
dc.date.issued2020-02-10-
dc.identifier.citationSANTOS, G. (2020)pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1865-
dc.descriptionSANTOS, Géssica dos. “Ser uma pessoa preta é difícil!” A construção da identidade negra e percepções sobre estereótipos e preconceitos por pré-adolescentes das séries finais do Ensino Fundamental. 2020. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa) - Instituto de Humanidades e Letras dos Malês, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, São Francisco do Conde, 2020.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho visa analisar, por meio de narrativas de pré-adolescentes, como os estereótipos e preconceitos, impactam a construção de suas identidades étnico-raciais. A pesquisa foi desenvolvida com alunos das séries finais do Ensino Fundamental, de uma escola localizada no município de Santo Amaro-BA. Notadamente, o estudo buscou: conhecer como os alunos pesquisados compreendiam sua vivência como negro e pré-adolescente, perceber como os pré-adolescentes entendiam os estereótipos e preconceitos, compreender, na visão deles, como a escola contribuía ou não, para a construção da identidade negra. O referencial teórico organizado considerou os Estudos Culturais, que entende a Identidade como uma construção social, considerou, também, o conceito de Identidade Negra, cunhado particularmente por Kabengele Munanga e Nilma Limo Gomes. A abordagem qualitativa foi priorizada, sendo que os procedimentos para a produção de dados, foram: a técnica de observação e o grupo focal. Em relação aos resultados, a pesquisa constatou que os pré-adolescentes, apesar de terem consciência de como o racismo pode ser operacionalizado na sociedade brasileira, ainda, em suas idades, a Identidade Negra, que visa uma consciência política e racial, está em início de compreensão por eles, no entanto, os mesmos foram categóricos ao mencionar exemplos de preconceitos e estereótipos, seja no espaço escolar ou em situações do cotidiano, por eles vivenciados.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEstudantes do Ensino Fundamental - Santo Amaro (BA) - Aspectos sociaispt_BR
dc.subjectNegros - Identidade racialpt_BR
dc.subjectRacismo na Educação - Santo Amaro (BA)pt_BR
dc.title"Ser uma pessoa preta é difícil!" A construção da identidade negra e percepções sobre estereótipos e preconceitos por pré-adolescentes das séries finais do Ensino Fundamentalpt_BR
dc.typeMonographpt_BR
Appears in Collections:Monografias - Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa (São Francisco do Conde)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_mono_gessicasantos.pdf2020_mono_gessicasantos.pdf446,91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.