Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/2157
Title: Prospecção fitoquímica e avaliação da atividade larvicida de extratos obtidos de hyptis suaveolens, ipomoea cairica e cryptostegia grandiflora sobre aedes albopictus (skuse, 1894) (diptera:culicidae).
Authors: Viana, Glautemberg de Almeida.
Keywords: Aedes albopictus
Atitudes larvicida
Fitoquímicos
Extratos vegetais
Issue Date: 12-Dec-2018
Citation: VIANA, G. A. (2018)
Abstract: o presente estudo teve como objetivo realizar a prospecção fitoquímica e avaliar a atividade larvicida e antioxidante dos extratos brutos e frações de Hyptis suaveolens, Ipomoea cairica e Cryptostegia grandiflora para o controle de Ae. albopictus em condições de laboratório. Os extratos brutos foram obtidos por meio da imersão das amostras em álcool etílico durante vinte dias, seguido da eliminação do solvente por evaporador rotativo à vácuo. Em seguida, as frações foram obtidas através de cromatografia líquida em coluna, utilizando sílica gel 60 e os solventes hexano, clorofórmio, acetato de etila e metanol. Todas as amostras foram submetidas à prospecção fitoquímica, utilizando reveladores específicos. Além disso, foi identificado o potencial antioxidante dos extratos, frente ao radical livre DPPH. Para avaliar atividade larvicida foram utilizados extratos bruto e frações vegetais nas concentrações 1000, 500, 400, 300 e 250 ppm sobre larvas de 3º e 4º estádio de Ae. albopictus. A mortalidade foi verificada após 24h e 48h da aplicação dos produtos, assim como também a concentração capaz de matar 50% das larvas. Os estudos fitoquímicos revelaram a presença dos constituintes tanino flobabênicos em todos os extratos brutos, e esteroides livres nas frações FCEB e FCEG, além de saponinas na fração FHEB. As CL50 obtidas para os extratos bruto de H. suaveolens, I. cairica e Cr. grandiflora foram, respectivamente, de 316,83 µg/mL, 548,54 µg/mL e 547,08 µg/mL. Em relação às frações FHEB, FCEB, FAEEB, FCEJ e FCEG apresentaram CL50 de 316,83 µg/mL, 291,56 µg/mL, 592,49 µg/mL, 279,88 µg/mL e 661,33 µg/mL, respectivamente. Deste modo, os produtos naturais que manifestaram uma maior atividade sobre as larvas de Ae. albopictus foram as frações clorofórmicas de H. suaveolens e I. cairica. Na determinação dos fenólicos totais, os extratos EBEB, EBEJ e EBEG, apresentaram teores fenólicos de 24,52 mg AG/g, 17,32 mg AG/g e 15,53 mg AG/g, respectivamente. Com relação às atividades antioxidantes, o extrato bruto de H. suaveolens apresentou mais atividade antioxidante, equivalente a 166,89 µmol quercentina/g.
Description: VIANA, Glautemberg de Almeida. Prospecção fitoquímica e avaliação da atividade larvicida de extratos obtidos de hyptis suaveolens, ipomoea cairica e cryptostegia grandiflora sobre aedes albopictus (skuse, 1894) (diptera:culicidae). 2018. 101 p. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Sociobiodiversidade e Tecnologias sustentáveis (MASTS). Instituto de Engenharia e Desenvolvimento Sustentável – IEDS, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Redenção, 2018.
URI: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/2157
Appears in Collections:Dissertação - Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GLAUTEMBERG DE ALMEIDA VIANA Dissert.pdfGLAUTEMBERG DE ALMEIDA VIANA Dissert.pdf1,94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.