Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/2532
Title: O Ponto, n. 12, dez. 2021
Authors: Silveira, Alexandre Cohn da
Keywords: Jornalismo universitário - São Francisco do Conde (BA)
Letras - Língua portuguesa
Issue Date: Dec-2021
Citation: O PONTO (2021)
Abstract: Chegamos ao final de mais um ano. Chegamos ao fim! Fim!! Quando buscamos no dicionário o significado da palavra fim, nos deparamos com várias descrições diferentes... para alguns, o fim é a extremidade no tempo e no espaço. Para outros, é a conclusão de algo ou um ponto que se interrompe. É certo que cada um de nós pode enxergar o fim de uma maneira diferente. É certo, também, que de alguma forma todos nós enfrentamos fim esse ano. 2021 foi a continuidade de muitos “fins” patrocinados e arquitetados pelo atual desgoverno deste país. Aqui poderíamos comportar facilmente o fim como um ponto interrompido, quando vimos muitos dos nossos direitos e conquistas serem sufocados e silenciados por discursos e decisões tolas, vimos desemprego, descaso, fome, fogo, acordos desfeitos, e toda sorte de inseguranças. Encaramos o fim por meio de perdas imensuráveis, e alguma coisas tiveram fim dentro de nós. Lidamos com o final de prazos, o fim da espera, o fim da dor, o fim das férias e, por muitas vezes, ansiamos o fim. Entretanto, caros leitorxs, o fim se encerra em um novo começo! Há um fim que ansiamos de todo coração, porque ele traz consigo a luz de um novo tempo, e esse fim traz boas novas. De todos os fins que enfrentamos neste ano, em todas as vezes que encaramos um ponto interrompido, nós Do ponto e do Sem ponto escolhemos a esperança. Nenhuma espera, nenhuma dor é para sempre e, enquanto tivermos uns aos outros, ainda haverá esperança. Temos fé no brilho nos olhos de nossos irmãos e irmãs. Revestidos de esperança, resistimos. A esperança de Paulo Freire, do verbo “esperançar”. A esperança de lutar, resistir, batalhar mas não desistir de ter esperança em uma vida mais digna para todes. Veja, as perdas são irreparáveis e nossa alma chorará eternamente por elas, mas choraremos e clamaremos, empunhando espadas e, “no fim”, daremos lugar a um novo começo. É o que te desejamos, caro(a) leitor(a), que seja forte, que resista, mas sobretudo que tenha esperança porque só ela pode produzir resistência, só ela poderá te manter firme, que nossa esperança seja inabalável... e que ela produza, em nós, resiliência.
Description: O PONTO, São Francisco do Conde, BA, n. 12, dez. 2021.
URI: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/2532
Appears in Collections:O Ponto - Jornal de estudantes e professores do Curso de Letras - UNILAB/BA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EDIÇÃO_12_DEZEMBRO_2021.pdfEDIÇÃO_12_DEZEMBRO_2021.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.