Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/363
Title: A política de iniciação científica na UNILAB
Other Titles: aspectos gerenciais do processo de implementação (2011-2014)
Authors: Brito, Waltherlan Gadelha de
Keywords: Administração pública
Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Ciência - Estudo e ensino
Issue Date: 2014
Citation: BRITO, W. G. de (2014)
Abstract: Este trabalho objetivou analisar o processo de implementação da Política de Iniciação Científica na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB, referente ao período de 2011 a 2014, visando evidenciar aspectos da dimensão gerencial desse processo e aferir os resultados preliminares alcançados pela instituição com a implementação dessa política. Para tanto, optou-se por uma visão ampla da Iniciação Científica enquanto policy, baseada no modelo sistêmico de análise de políticas públicas, no conceito de ciclo de políticas (policy cycle) e no modelo Interativo/Iterativo de análise da implementação. A pesquisa teve como foco as seguintes variáveis do processo: estruturação, normatização, execução, recursos empregados, resultados gerenciais alcançados e gestão da informação. Utilizou-se como metodologia a pesquisa bibliográfica, a pesquisa documental de dados secundários e a observação direta. A coleta de dados foi realizada no período de março a julho de 2014, utilizando-se diversos documentos oficiais, cadastros, relatórios gerenciais e demais informações disponíveis na instituição e em seu site na internet. Para a análise dos dados, empregou-se a discussão com a literatura e o tratamento estatístico descritivo. O estudo trilhou o conteúdo político da Iniciação Científica, tratando de sua origem modesta e de seu desenvolvimento como política pública de indução à formação de recursos humanos para a pesquisa. Foram identificados resultados preliminares positivos da implementação da política na instituição, como o apoio à institucionalização e o alavancamento da pesquisa na universidade, a ampliação no número de discentes e de docentes participantes dos programas de Iniciação Científica, de projetos de pesquisa desenvolvidos, de trabalhos apresentados em eventos de IC, além do fomento à criação de novos grupos de pesquisa. O estudo também apontou déficits de implementação como a ausência de normatização para a criação de novos grupos de pesquisa, equipe implementadora reduzida, necessidade de maior participação de alunos estrangeiros no PIBIC, ausência de um sistema informatizado de gerenciamento dos programas de bolsas e de indicadores institucionais para o monitoramento da política, dentre outros desafios a serem enfrentados pela instituição nessa etapa do processo e nas etapas seguintes de monitoramento e de avaliação da política.
URI: https://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/363
Appears in Collections:Monografia - Especialização em Gestão Pública

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Waltherlan Gadelha de Brito.pdf1,65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.