Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/421
Title: Desenvolvimento do alho comum (cateto roxo) submetido a diferentes doses de biofertilizantes
Authors: Arruda, Rafaela da Silva
Keywords: Alho - Cultivo
Allium sativum L.
Redenção - CE
Issue Date: 2016
Citation: ARRUDA, R. S. (2016)
Abstract: O cultivo do alho (Allium sativum L.) é uma das práticas agrícolas mais antigas do mundo, no Brasil esta cultura tem grande importância do ponto de vista socioeconômico, pois é cultivada principalmente por pequenos agricultores. Neste contexto, o cultivo de alho surge como uma excelente alternativa para os pequenos produtores da região do Maciço de Baturité. Em consequência, estudos sobre a adaptação e produção desta cultura mostram-se importantes já que até o momento pouco se conhece sobre o cultivo do alho na região do Maciço de Baturité. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes doses de biofertilizante líquido misto no desenvolvimento e na produtividade do alho, cultivar Cateto Roxo, na região do Maciço de Baturité, realizou-se um ensaio em uma área experimental na Fazenda Experimental da UNILAB, localizada no Sítio Piroás, município de Redenção – CE. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com cinco tratamentos e três repetições, cada tratamento com cinco plantas úteis, totalizando 75 unidades experimentais. Os tratamentos foram constituídos pela aplicação de cinco doses de biofertilizante líquido misto (0, 250, 500, 750 e 1000 ml planta-1 semana-1). Foram avaliadas as seguintes variáveis de crescimento: altura de planta (AP), número de folhas (NF) e diâmetro do pseudocaule (DC). Nas características de produção foram avaliados: a massa média das plantas (MP), o diâmetro do bulbo (DB) na colheita. Após a cura ao sol foram avaliados a massa média dos bulbos (MB) e o diâmetro do bulbo (DB). Após a cura a sombra foi avaliada a massa média do bulbo curado (MBC), o diâmetro do bulbo curado (DBC) e a produtividade total de bulbos (PTB). Os resultados mostraram que os valores máximos para as variáveis de crescimento foram obtidos a partir 70 dias após plantio. Houve uma tendência de que a dose biofertilizante líquido misto de 500 mL planta-1 semana-1 proporcionaram os maiores valores para as variáveis de produção. A produção total de bulbos foi de 341,38 kg ha-1.
Description: Referência: ARRUDA, Rafaela da Silva. Desenvolvimento do alho comum (cateto roxo) submetido a diferentes doses de biofertilizante. 2016. 52 f. TCC (Graduação) - Curso de Agronomia, Instituto de Desenvolvimento Rural, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, Redenção-Ceara, 2016.
URI: https://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/421
Appears in Collections:Monografia - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rafaela da Silva Arruda.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.