Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1838
Title: As contribuições da comunidade internacional no ensino guineense (2000 a 2017)
Authors: Tchuda, Daniel Luis
Keywords: Cooperação internacional
Educação - Guiné-Bissau - 2000-2017
Relações internacionais - Guiné-Bissau
Relações internacionais - Portugal
Issue Date: 31-Jan-2020
Citation: TCHUDA, D. L. (2020)
Abstract: O presente trabalho visa analisar as contribuições das comunidades internacionais no ensino guineense a partir dos anos 2000 até 2017. Analisamos a educação, institucional, desde a sua chegada no território com os portugueses. No início a educação era privilegiada para os filhos dos senhores, ou seja, era para os filhos das elites da época e mais passou a integrar os de funcionários da colônia portuguesa. Filhos dos nativos, no caso os guineenses, não eram dados esse direito de frequentar as escolas. Continuamos a analisar o desenrolar da educação principalmente no período colonial, que teve como principal objetivo educar para se tornar um “civilizado” e um cidadão português e para melhor servir a causa da dominação. A última seção do texto vai analisar a presença dos parceiros internacionais da Guiné-Bissau e suas ações de apoio a educação. Após as independências, até os anos 1975 praticamente todos os países da África se tornaram independentes da dominação colonial europeia, os países africanos entraram nos programas de ajustamento estrutural do Banco Mundial e FMI, programa este que visa fazer empréstimos para que os países pudessem desenvolver seus meios sociais. Também a Guiné-Bissau não está de fora deste programa pois o país precisava e ainda precisa de muito apoio, principalmente na área da educação. Nisso que Portugal, através da sua política externa, vai fazer cooperação com a Guiné para financiar a educação, por isso que a Cooperação Portuguesa é um forte e um dos principais que dá apoio nesse setor. De acordo com o texto, podemos perceber a diferenciar os apoios destas entidades em dois grupos, os que apoiam financeiramente e os que apoiam pedagogicamente, ou seja, estes últimos estão presentes nas escolas para realizar os projetos traçados pelo governo ou por eles mesmo e cada uma tem seu objetivo mas que no final acabam sendo o mesmo que o ministério nacional da educação.
Description: TCHUDA, Daniel Luis. As contribuições da comunidade internacional no ensino guineense (2000 a 2017). 2020. 19 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) - Instituto de Humanidades e Letras dos Malês, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, São Francisco do Conde, 2020.
URI: https://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1838
Appears in Collections:Artigos - Licenciatura em Pedagogia (São Francisco do Conde)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_arti_danieltchuda.pdf232,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.