Please use this identifier to cite or link to this item: repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1873
Title: O ensino do português e o preconceito linguístico com relação à variedade guineense do português em Bissau
Authors: Cá, Segunda
Keywords: Língua guineense
Língua portuguesa - Estudo e ensino
Preconceito linguístico - Guiné-Bissau
Issue Date: 6-Feb-2020
Citation: CÁ, S. (2020)
Abstract: A língua é o principal meio de comunicação entre os humanos. Ela pertence a comunidade e resulta de uma convenção social. Sendo assim, ela varia e muda de acordo com a dinâmica social. O português é a língua oficial e nacional da Guiné-Bissau segundo a política linguística. O português guineense é uma variedade do português que surgiu do contato entre o português e as línguas africanas. O uso exclusivo da norma-padrão na escola instiga reprovações, desmotivações e sobretudo preconceito e descriminação não apenas no espaço escolar, mas também na sociedade guineense, daí que se levanta a seguinte questão: Se o português é a língua do ensino e ao mesmo tempo a língua menos conhecida pela sociedade guineense qual seria a percepção que os professores e os alunos têm com relação a essa variedade? A pesquisa tem como objetivos gerais a) compreender os desafios que os guineenses enfrentam na alfabetização e no letramento; e b) desconstruir o preconceito com relação a variedade do português falado na Guiné-Bissau e. Especificamente, a pesquisa visa: (i) explicar a situação do ensino na Guiné-Bissau, descrever a complexidade do ensino do português em contexto multilíngue; (ii) debater formas de incluir a temática variação no ensino do português nas escolas públicas de Bissau e; (iii) compreender a percepção dos professores e dos alunos com relação a variedade guineense do português. A pesquisa é importante porque visa valorizar a variedade, reforçar a autoestima dos falantes, e estimular pesquisas que descrevem a variedade. A pesquisa explicou a situação do ensino na Guiné-Bissau, debateu a problemática relação entre aprendizagem, aquisição, alfabetização e letramento descrevendo a complexidade do ensino do português em contexto multilíngue. A pesquisa foi fundamentada com base em diversos teóricos dos quais citou-se Calvet (2007), Severo (2013), Mendes (2019), Bagno (2007, 2015), Biderman (1996), Reis e Andrade (2018) entre outros. Consultou-se o Censo do INE (2009) e as LBSE-GB (2010). Usando uma análise qualitativa coletou-se dados por meio de dois questionários (com 20 perguntas cada) sendo o primeiro para professores e o segundo para alunos de 4 escolas públicas da Cidade de Bissau. Da pesquisa se observou que a variação linguística está presente na fala dos guineenses. Os livros didáticos não abrem espaço para o debate sobre a questão, o que fomenta o preconceito linguístico para além de dificultar a aprendizagem do português no país. Os dados da pesquisa mostraram que os professores de português compreendem que existe variação, mas não sabem como debater nas aulas, por isso se propõe incluir a temática variação em manuais didáticos. Mas os professores estão limitados na tomada de decisões sobre o ensino em contexto multilíngue e sobretudo em contexto decolonial. É preciso que os professores demonstrem que o sotaque europeu não pode servir de modelo, porque não existe um sotaque correto. Incentiva-se o desenvolvimento de pesquisas que visam melhorar a qualidade de ensino tendo em conta a variedade guineense do português porque ela existe e precisa ser estudada para que sejam publicados dicionários e gramáticas desta variedade.
Description: CÁ, Segunda. O ensino do português e o preconceito linguístico com relação à variedade guineense do português em Bissau. 2020. 88 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa) - Instituto de Humanidades e Letras dos Malês, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, São Francisco do Conde, 2020.
URI: https://repositorio.unilab.edu.br/jspui/handle/123456789/1873
Appears in Collections:Monografias - Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa (São Francisco do Conde)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_mono_segundaca.pdf2020_mono_segundaca.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.